O tratamento radioterápico de curta duração também pode ser eficaz contra o câncer de mama

O tratamento de três semanas pode ser tão eficaz quanto os tratamentos habituais de cinco semanas em um estudo realizado no Canadá e publicado nos Estados Unidos.

As mulheres que fazem a radioterapia de curta duração terão menos probabilidade de haver a reincidência do câncer em até 12 anos. Contudo terão menos efeitos colaterais desta forma explica Tim Whelan, oncologista da Faculdade de Medicina da Universidade McMaster em Ontario (Canadá), o principal autor da pesquisa.

Sendo este tratamento de três semanas mais eficaz quanto o tradicional tratamento após a retirada do tumor através de cirurgia, especialistas ainda acreditam que desta forma poderá ter maior resultado no estágio inicial da doença.

Este estudo revela os resultados de uma pesquisa realizada na Grã-Bretanha com as sementes de iodos implantadas por meio da braquiterapia. Todavia constataram que a sobrevida das pessoas que passaram pelo tratamento foi maior e a constatação do comprometimento da mama e mastectomia foi menor uma vez que o tumor não se alastrou.

Entretanto os tratamentos radiológicos de curta duração pode ser mais eficazes e muitas vezes evitam a mastectomia e a reincidência do tumor.

Tatiane Lessa

Responsável pela coluna de Medicina Nuclear Currículo: -Tecnólogo em Radiologia pela Faculdade Santa Marcelina-FASM -Participações em eventos: - Congresso da Semana da Radiologia da Faculdade Santa Marcelina de 2005 á 2009. - Área de atuação: Medicina Nuclear

2 comentários em “O tratamento radioterápico de curta duração também pode ser eficaz contra o câncer de mama

  • 04/05/2010 em 04:09
    Permalink

    Caro leitor caso tenha alguma duvida ou sugestão comente

  • 04/05/2010 em 15:26
    Permalink

    Pena que este metodo nao é utilizado no brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *