Novas pesquisas indicam regeneração em lesados medulares

fonte: Netter atlas de ortopedia
fonte: Netter atlas de ortopedia

Foi publicado hoje no jornal Folha de São Paulo a matéria – Célula “segura” ajuda roedor paraplégico.

A pesquisa foi realizada por uma equipe japonesa e conta com um dos pioneiros nesse ramo Yamanka S. O pesquisador tem muitos artigos relacionados com esse tipo de tratamento, não se restringindo ao sistema nervoso (consulte o www.pubmed.com).

O trauma raquimedular (TRM) pode ocasionar desde uma pequena ausência de sensibilidade até a paralisia total dos quatro membros e tronco. O paciente que sofreu o TRM passa por uma série de exames periódicos, para identificar a regressão do edema medular. Sessões de fisioterapia tornam-se rotina. Outros cuidados, dependendo da lesão, podem ser necessários, como o enfermeiro.

O grupo japonês conseguiu fazer com que roedores, com lesões medulares, voltassem a se movimentar. Isso foi possível por meio de células adultas reprogramadas (que se transformam em células tronco pluripotentes).

Os cientistas induzem uma célula adulta a se transforma em uma célula tronco pluripotente (iPS). Isso pode ser feito com uma célula de qualquer tecido. A célula iPS se torna polivalente, como no início do desenvolvimento embrionário.

Antes de implantar essas células iPS na medula, os pesquisadores implantaram no cérebro de camundongos saudáveis, para verificar se elas produziriam tumores. Um grupo celular produziu tumores, outro não.

Implantaram os dois tipos de células iPS na medula dos camundongos lesados. Ambas as células ajudaram os animais a se locomoverem, entretanto, as que causam tumor tiveram seus efeitos benéficos perdidos, conforme os tumores se desenvolviam.

 Alguns problemas foram apontados na pequisa, como o tempo de 24 semanas para aparecerem os tumores na tiragem das células. Sendo esse período longo de mais para os pacientes com o TRM. Nesse período o lesado medular já está em processo de cicatrização, tornando difícil a recuperação dos movimentos.

Surge uma nova linha de pesquisa, com profissionais comprometidos em reverter o quadro gerado pelo trauma raquimedular.

Vamos acompanhar e aguardar. Essa evolução científica interessa a todos nós.

Bons estudos sempre!

Um comentário em “Novas pesquisas indicam regeneração em lesados medulares

  • 06/07/2010 em 19:25
    Permalink

    Nossa acompanhando o Portal vejo as evoluções da ciência que recebo em meu email, sou fisioterapeuta e já indiquei o site para meus amigos e familiares.
    Abraços para meus Amigos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *