Curso de Petróleo e gás é perda de tempo e dinheiro


Marcos Valério Silva, fala sobre a área de atuação dos profissionais de Petróleo e Gás, com uma critica sobre os cursos de nível técnico e tecnológico.


Gostaria de escrever este texto em forma de carta endereçada aos jovens desse país que estão perdendo tempo e dinheiro em cursos de Petróleo e Gás. Os cursos de Petróleo e Gás a que me refiro neste artigo, são os de nível médio ou que formam tecnólogos. Não me refiro aos cursos de especialização, pois nestes casos o indivíduo já será um profissoional e está apenas buscando um diferencial em relação a outros candidatos.

Sou profissional offshore a vinte e dois anos, trabalhando na área de robótica submarina (ROV). Durante este tempo, trabalhando no Brasil e no exterior, aprendi o bastante para orientar jovens no ingresso nas carreiras de Petróleo e gás.

Tenho sido contactado por vários jovens que, após completar o curso de Petróleo e Gás, vêm me procurar pedindo orientação de como ingressar no mercado de trabalho. Estes novos cursos são de nível médio ou tecnólogos de nível superior. Neste momento já é tarde, perderam tempo e dinheiro.

Ocorre que estes jovens profissionais não possuem nenhuma formação específica exigida pelo mercado de trabalho na Indústria do Petróleo e gás. Muitos cursos sequer levam os estudantes para visitar uma plataforma.

Estes cursos são genéricos demais, dão uma visão genérica da pesquisa, exploração e produção do ouro negro, mas não especializam o estudante em nenhuma área de trabalho.Esses alunos melhor fariam se tivessem feito cursos de solda, plataformista, operador de rádio, hotelaria e cursos em áreas que realmente teriam aplicação prática na nossa indústria.

Você já viu algum anúncio nos jornais procurando técnicos ou tecnólogos de Petróleo e Gás? Nem a Petrobrás precisa desses profissionais. Pode ver os editais de concurso que vocês não verão a especialidade de Petróleo e Gás, isso nem é uma especialidade e sim um setor da Indústria.Quando você vê um anúncio pedindo um engenheiro de petróleo, ele está se referindo à engenheiros formados em outras áreas e que adquiriram especialização na escola da Petrobrás na Bahia, e/ou têm formação prática em plataformas.

É como se fizessem um curso para formar professores, ensinando somente a história da educação no Brasil e no Mundo. Neste caso não seriam ensinadas técnicas pedagógicas, psicologia infantil, métodos de pesquisa e tudo mais que um professor precisa para estar dentro de uma sala de aula.

O número de profissionais que a Indústria do Petróleo precisa para trazer o óleo e gás até o consumidor final, é muito grande. Esses profissionais são mecânicos, técnicos de eletrônica, mecatrônica, eletricidade, engenheiros nas mais diversas áreas de atuação, profissionais da área de segurança e meio ambiente, enfermeiros, operadores de rádio, profissionais de hotelaria etc. Existem também os profissionais de apoio em terra, como contadores, administradores, secretárias etc.

Essas são algumas das formações básicas que o mercado de trabalho exige para o ingresso do profissional na Industria do Petróleo. Quando se faz um curso de petróleo e gás, não se aprende nada específico que o mercado exige. São cursos teóricos que não serve de base para nenhum trabalho técnico ou operacional da cadeia produtiva do petróleo.

Na minha área específica, a robótica submarina, o candidato precisa ser formado em eletrônica, mecatrônica, mecânica, eletricidade e atividades afins. Somente depois de concluir um desses cursos, o profissional pode ingressar em uma empresa para aprender a trabalhar com ROV ou ainda fazer um curso de ROV em Macaé. A empresa RRC, consultoria e cursos, é uma das poucas escolas do Brasil na área de robótica submarina.

Para saber mais sobre ROV, pode-se ler o meu outro artigo neste site, chamado “O ROV na Indústria do Petróleo”.

Neste artigo gostaria de fazer um alerta aos jovens e aos seus pais que, pensando em preparar seus filhos para entrar no grande mercado que se abrirá, devido a exploração do pré-sal, estão, na realidade, gastando tempo e dinheiro em um curso que não os levará a lugar nenhum.

Cheguei até a escrever uma carta ao Ministério da Educação sobre esse assunto, mas não tive nenhuma resposta. Decidi, portanto, usar a força da internet, para divulgar este alerta. Os donos de escolas e faculdades, têm dinheiro e enorme poder de lobby junto aos congressistas, logo não haverá interesse em alertar os nossos jovens de que estão perdendo tempo em vez de se prepararem em cursos que realmente os ajudarão no futuro.

Espero ter ajudado e me ponho à disposição para esclarecer dúvidas remanescentes.

Abraço a todos e boa sorte,

Marcos Valério Silva.

Fonte: http://www.webartigos.com/artigos/curso-de-petroleo-e-gas-e-perda-de-tempo-e-dinheiro/31503/ Acessado em 05/04/2012 as 21:50.

Imagem: http://www.quebarato.com.br/petroleo-e-gas__52B186.html Acessado em 05/04/2012 as 21:50.

14 comentários em “Curso de Petróleo e gás é perda de tempo e dinheiro

  • 20/08/2012 em 12:03
    Permalink

    Caro Marcos Valério, este texto foi de grande ajuda. Estava buscando informações sobre cursos de petróleo e gás, para um amigo que pretende investir em uma nova área, e acabei chegando até aqui. É muito bom quando alguém se dispõe a fazer o que o MEC deveria e não faz, ou seja, esclarecer as pessoas. Quantos investem em cursos, com dificuldade, acreditando que terão a grande chance, pois é o que vemos sendo anunciado por todos os lados.
    Parabéns pela iniciativa.

  • 02/09/2012 em 16:22
    Permalink

    Acho muito bom esse comentário e que sirva de lição a vários jovens e afins tive um certo interesse nessa área mais desistir pois tive um precentimento sobre isso e preferi cursa a área de técnologo em radiologia claro que eu pretendo me especializar . para me torna um profissional perfeitamente qualificado e apito a exerce minha função

  • 07/11/2012 em 17:50
    Permalink

    Boa tarde, Marcos sou recém formado em engenharia elétrica, e estou procurando uma especialização, esta área de petróleo e gás seria uma boa opção para fazer uma pós, e o mercado de trabalho boas oportunidades disponíveis, por favor sua informação seria de grande ajuda..

  • 12/11/2012 em 10:18
    Permalink

    Nossa, agradeço o alerta! Sou bancaria (comercial) e cansada da profissão que é muito estressante procurei informações de Petroleo e Gas e Segurança do trabalho na esperança de mudar de area e manter o mesmo padrão de salario.
    Ouvi que Segurança do Trabalho era para os fracos e que o que paga melhor é petroleo e gas.
    Então o curso não é o que promete, mas e a faculdade de Petroleo e gas?

  • 24/11/2012 em 16:48
    Permalink

    Caro Marcos, muito obrigado por sua iniciativa e suas preciosas informações sobre o mercado, visto que informações passadas por um profissional com sua experiência na área é muito mais proveitosa do que a de muitos professores que nem se quer já foram a uma plataforma. Sou formando no curso Técnico em Segurança do Trabalho e meu objetivo é atuar na área, com suas informações consegui tomar um rumo certo para ingressar na área, muito obrigado!!

  • 03/12/2012 em 22:55
    Permalink

    Esses esclarecimentos são muito válidos mesmo para quem tem esse olhar no mercado de trabalho..Eu gostaria de saber como faço para auxiliar meu noivo ele é Holandês e quer trabalhar no Brasil ele tem 15 anos de experiência em muitos paísesem inúmeras obras de grande porte. e e eu gostaria de saber se há possibilidade de ser contratado por uma empresa brasileira porte.Ele é especializado em ROV também.Tem experiências e os cursos necessários gestão de equipes monitoramento de ROV Treinamento de novos engenheiros técnicos Ele é especializado em óleo e gás.
    Gerenciando equipes rov
    Formação de novos e experientes rov technichians
    Projeto do sistema de pesquisa
    Rov projeto do sistema
    Teste acception fábrica
    Comissionamento e integração de novos sistemas de ROV a bordo de embarcações offshore
    Encontrar soluções técnicas para projetos especiais de outrora
    Experiência em operação, manutenção e de manejo de:
    Livre mosca sistemas de ROV
    Valetadeira sistemas de ROV
    Fallpipe sistemas de ROV
    Navios eletrônica.
    Experiência como técnico de pesquisa
    análises de problemas e resolver o problema (no campo
    Apesar de ser poliglota ele sabe português muito pouco.
    Agradeço a orientação desde já

  • 12/12/2012 em 17:20
    Permalink

    Eu estava super interessada em cursa petróleo e gás em outro estado do Brasil, mas quando vim para o Rio de Janeiro conheci a área da radiologia e hoje sou técnica em radiologia e pretendo quem sabe fazer Radiologia Industrial.
    Obrigada por esta falando o que eu já sabia e que o MEC não faz.

  • 28/01/2013 em 13:56
    Permalink

    muito abrigada.

  • 01/02/2013 em 13:44
    Permalink

    Sempre quis ingressar no mundo do petróleo mas sempre tive esse receio do curso de petróleo e gás, queria saber: O curso de petroquímica pode ser centrado em alguma área profissional do petróleo? Gostaria de saber pois entrei em uma escola técnica e não sei qual curso fazer.

  • 04/02/2013 em 12:15
    Permalink

    Bom galera o curso me abriu varias portas isso não posso negar.Mais se a 10 anos atras tivesse sido melhor orientado tilha feito engenharia Civil. Hoje curso engenharia civil.

  • 06/02/2013 em 12:27
    Permalink

    bom dia!!!!
    que pena que só agora eu li esse conteudo, pois hoje estou cursando petroleo e gas.
    E vou ter que micrar pra outro curso, ou perder meu dinheiro que ja paguei.
    Pois o concurso que esta aberto da petrobras, eu não vou poder fazer,o meu curso é o basico, não serve pra nada…….

  • 09/02/2013 em 11:50
    Permalink

    Olá Marcos.
    Depois destas declarações dada por vc.Queria saber sua opinião se devo fazer uma pós-graduação de engenharia de petróleo e gás?
    Se esse curso vai ter alguma utilidade no mercado de trabalho?
    E se vou conceguir um emprego?

  • 20/05/2013 em 17:24
    Permalink

    Olá Marcos ótimo saber disso ainda bem q. vi este artigo,então eu queria muito entrar nessa área que esta em expansão, vi uma reportagem na globo e me chamou muita atenção, intão se eu quiser trabalhar no administrativo de alguma petroquímica, é só eu fazer um curso de referencia ao cargo tipo Gestão de RH?
    grata.

  • 27/05/2013 em 00:30
    Permalink

    Olá Marcos gostaria de concluir sua postagem também referente a Técnico de Petróleo e Gás. estudo este em uma das melhores escolas do brasil, porém aconselho que se alguém quer mesmo trabalhar offshore que faça um técnico de mecânica, eletrotécnica, algo desse tipo, mas não técnico em petróleo e gás. esse curso sofre uma dificuldade até mesmo para encontrar estágio pelo menos da capital do RJ, não sei dizer quanto a Macaé, Campos dos G. e etc, porém é bastante difícil, a opinião que todos nos passam é que este é um curso novo e que as empresas ainda estão começando a se adaptar. Então, gostaria de deixar como minha propria experiência e que se alguém realmente quer trabalhar offshore, faça qualquer outro relacionado, mas não Tec em Petro e Gás. Gostaria de também ver a sua opinião sobre isso Marcos. abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *