Equipamentos garantem diagnósticos precisos e tratamentos mais eficazes na luta contra o câncer

Segundo o Instituto Nacional do Câncer, do total de 58 milhões de mortes ocorridas no mundo, o câncer foi responsável por 7,6 milhões, o que representou 13% de todas as mortes. Estima-se que em 2020 o número de casos novos de câncer no mundo seja da ordem de 15 milhões, sendo que cerca de 60% deles surgirão em países em desenvolvimento. No Brasil, as estimativas para o ano de 2009 apontam que serão mais 466.730 pacientes com câncer.


Preocupados com a grave evolução da doença, hospitais de todo o mundo estão se equipando para oferecer diagnósticos precisos e tratamentos mais eficientes na luta contra o câncer. Os novos equipamentos auxiliam na detecção precoce da doença, possibilitando a redução dos procedimentos invasivos, além de melhorar o monitoramento de recorrências da doença e melhor planejar e analisar a eficácia dos tratamentos.
Os novos tomógrafos como o Siemens Definition Plus 128 disponível no Centro de Diagnóstico do Beneficência Portuguesa de São Paulo, é um desses equipamentos. Capaz de rastrear o estadiamento de um tumor, ou seja, classificar em que estágio o tumor está, o equipamento registra 400 imagens por segundo e faz cortes de 0,25 mm, o que permite detectar, com maior precisão, lesões menores. O hospital é o primeiro em São Paulo a ter esse tomógrafo, o terceiro no Brasil (os outros dois estão em Belém e em Curitiba). É o mais avançado e revolucionário conceito em Sistema de Tomografia do País, explica o diretor de tomografia do hospital Rainer Haetinger: “A vantagem do equipamento é no sentido de ter grande rapidez de aquisição e também com cortes cada vez mais finos, com menos milímetros de espessura”. Com ele é possível ainda realizar uma tomografia em crianças sem aplicação de anestesia, uma vez uma tomografia de tórax, por exemplo, é feita em apenas 4 segundos. Extremamente veloz, o tomógrafo também reduz o tempo de exposição do paciente à radiação.
Outro equipamento, também faz uso da alta tecnologia para detectar diferentes tipos de tumores. Resultado da combinação entre a observação anatômica – realizada por meio de Tomografia Computadorizada (CT) – e a análise metabólica – feita por um equipamento de Tomografia por Emissão de Pósitrons (PET) – o PET / CT é um método que agrega, em apenas um procedimento, dois exames essenciais para a avaliação dos pacientes com diferentes tipos de câncer. Disponível no Hospital São José, unidade integrante do complexo hospitalar da Beneficência Portuguesa de São Paulo, o procedimento garante excelente qualidade diagnóstica.
“Com ele é possível registrar anormalidades metabólicas na tentativa de identificar o local exato do tumor. Trata-se de um exame seguro, eficaz e não invasivo, que mostra a progressão da doença e avalia a resposta ao seu tratamento”, explica o Dr. Douglas Jorge Racy, radiologista da Méd Imagem, do Hospital São José.
O PET / CT faz uso de glicose marcada com material radioativo, por isso necessita, além do radiologista, um médico nuclear para sua realização. O exame mostra as áreas do corpo que estão acumulando muita glicose, o que pode representar células cancerosas em atividade.

 

Fonte: http://www.conter.gov.br/portal/siteconter/NOTICIA_Equipamentos-garantem-diagnosticos-precisos-e-tratamentos-mais-eficazes-na-luta-contra-o-cancer.htm

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *