Tomografias podem ser desnecessárias em crianças, indica estudo

tomografoSeis indicadores podem ser usados para determinar se jovem sofreu lesão.  Pesquisador afirma que pais deveriam evitar fazer exames desnecessários.

Do ‘New York Times’

Todos os anos, centenas de milhares de crianças que batem à cabeça passam por exames    de tomografia computadorizada para descartar a possibilidade de lesões cerebrais mais sérias. No entanto, um novo estudo descobriu que muitos dos exames de alta radiação são desnecessários.


O estudo, um dos maiores do gênero, envolveu 42.212 pessoas com 18 anos de idade ou menos que buscaram assistência emergencial em dezenas de centros médicos americanos após sofrerem lesões na cabeça por causa de colisões.

O que queremos dizer é: por favor, não saiam fazendo exames de tomografias em crianças que não apresentam nenhum dos seis fatores”.

Do total, 14.969 das crianças, ou pouco mais de um terço, passaram por tomografias computadorizadas, mas apenas 780 dos exames, ou cerca de 5%, detectaram lesões cerebrais traumáticas, descobriu o estudo.

O artigo, publicado no “Lancet”, oferece uma lista de seis indicadores que podem ser usados para determinar se uma criança corre risco de ter sofrido uma lesão cerebral séria, com uma lista separada para crianças menores de dois anos de idade. Os maiores fatores de risco para crianças de todas as idades são um estado mental alterado e sinais de fratura craniana.


Estudo avaliou 42.212 pessoas menores de 18 anos


Outros fatores a considerar são: perda da consciência, e se a criança esteve envolvida em algum acidente sério, como batida de carro. Vômitos e dor de cabeça são indicadores em crianças mais velhas, enquanto inchaços no couro cabeludo e comportamento anormal são sinais de alerta nos pequenos.

Das crianças menores de dois anos examinadas, um quarto não teve nenhum dos seis indicadores; 21% das crianças mais velhas examinadas não tiveram nenhum dos indicadores.

“O que queremos dizer é: por favor, não saiam fazendo exames de tomografias em crianças que não apresentam nenhum dos seis fatores”, disse Nathan Kuppermann, principal pesquisador do estudo, financiado pelo governo federal dos EUA, e presidente de medicina emergencial do UC Davis Health System, em Sacramento.

Fonte: New York Times

http://g1.globo.com/Noticias/Ciencia/0,,MUL1321168-5603,00-TOMOGRAFIAS+PODEM+SER+DESNECESSARIAS+EM+CRIANCAS+INDICA+ESTUDO.html

Imagem:  http://www.periodicoelpulso.com/images/oct04/generales/tomografo.jpg

2 comentários em “Tomografias podem ser desnecessárias em crianças, indica estudo

  • 06/04/2010 em 03:54
    Permalink

    Caro leitor caso tenha alguma duvida ou sugestão comente

  • 29/09/2011 em 09:53
    Permalink

    gostaria de saber qual é o artigo ou o site onde posso encontrar este artigo.

    obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *